sábado, 19 de junho de 2010

a arte e a gastronomia


Dias extremamente conturbados e cheios de satisfação pessoal.


Andei observando que muita gente que me rodeia não faz idéia de quem eu sou, do que quero e do porque faço. E decidi realmente não dar importância a isso.

Pra que ficar deprimida e deixar de produzir pelo simples fato de ninguém dar importância ao que eu falo?

Muitos não querem, pra outros não se interessam, outros simplesmente não se importam...

Será que todos escritores passam por isso antes de vir o reconhecimento?

Pelo que pude observar, por ter conhecido Fabi e Katita na quarta... as Rainhas do Lar, duas amigas que se conheceram pela internet, trocaram afinidades gastronômicas e pessoais, duas pessoinhas de bem estar, transmitem com simpatia e arte a paixão pela gastronomia, e passam afeto para as pessoas. Josimar Melo na sexta , onde pude observar que auto-confiança é tudo ele é seguro no que diz e certeiro ao expressar o bom gosto ou o mal gosto para as coisas, e a graça do Alessander Guerra, o criador do cuecas na cozinha... com sua simplicidade, visão criativa e gosto apurado pelo sabor das coisas com vontade de aprender e compartilhar... suas inovações gastronômicas :P

Ganhei um livro, comprei outra e brevemente um está vindo da terra santa pra me confortar e saciar minha sede por mensagens enviadas por Deus...

Deus esteve sempre presente em todas as situações de minha vida, muitas conturbações e muitos momentos de paz também... mas carrego comigo uma responsabilidade muito grande, um dia me aconselharam a não falar sobre isso porque muitos poderiam não compreender. É fato. Mas não compreendem mesmo, então deixo de me importar...

É tudo muito serio e eu não vivi tudo que vivi a toa... tenho Deus como meu Pai e fui incumbida de realizar uma missão.

E pra isso venho errando, aprendendo, lutando e sobrevivendo.

Não sei se é as coisas que eu falo ou a maneira que eu falo... mas acredito que consiga expressar as idéias e que compreendam do que digo.

E é uma questão de tempo e foco para que minhas idéias, princípios e realizações tenham credibilidade.

É uma questão de confiança, no que eu digo, porque o q eu preciso dizer faz sentido.



Descobri a existências de umas mensagens, tem mensagem de tudo conto é numero....

Nenhum comentário: