terça-feira, 16 de abril de 2013

O ser humano é complicado, por um lado por não explicar as coisas e por outro, quando insiste que não quer ver o obvio.
O mais estranho é pensar, que você deixa de ser tudo que é, pelo julgamento que o outro pensa de si e passa a ser para ele, só aquilo que ele quer ver.
Tudo de valioso e concreto... evapora... como o mais volátil dos líquidos e o mais efêmero dos cheiros... aparece e desaparece.

estou fora do mundo? ou o mundo está fora de mim?

sempre a duvida.


Nenhum comentário: